Linha da Vida

 1893-1914

Filho de portugueses, nascidos na Beira, que chegaram ao Brasil em 1893. O pai era ferrador de cavalos, antiga tradição profissional. Músico amador, executava os seguintes instrumentos populares: violão, bandolim, guitarra portuguesa, sanfona de oito baixos e cítara.

Caçula de 10 irmãos, César Guerra-Peixe aprendeu, com o pai, aos seis anos de idade, um pouco de violão; aos sete, aprendeu sozinho a executar bandolim; aos oito, violino; e aos nove, piano. Começa assim a história musical de um dos grandes compositores brasileiros.

18/03/1914

Nasce em Petrópolis, filho de Francisco Antonio Guerra-Peixe e de Anna Adelaide Guerra-Peixe.

Fotografia tirada no dia 15 de março de 1914.

Família de Francisco Antônio Guerra-Peixe. Da esquerda para direita. Atrás: Palmira, Antônio Herminio, Anna e Tereza; à frente: Amélia , Filomena, Anna Adelaide Guerra-Peixe (mãe), Linnie, Francisco Antonio Gerra-Peixe (pai), e Emilia.

“No carrinho, uma boneca substituindo o que nasceria dias depois, na certeza de que seria do sexo feminino...(Eu, ein?...)” Nota feita no verso da foto por Guerra-Peixe, em novembro de 1982.

 


 1893-1914